A saúde dos colaboradores está em primeiro lugar

A saúde dos colaboradores está em primeiro lugar

Todo empreendedor deve saber que a saúde dos colaboradores é o ativo mais importante de sua empresa.

É cada vez mais comum ver pessoas preocupadas com a saúde dos colaboradores das marcas que são clientes.

A pandemia e a saúde dos colaboradores 

Em tempos de pandemia fica até mais fácil entendermos que os colaboradores de uma empresa precisam estar saudáveis para trabalhar. 

Em tempos normais, porém, é primordial que a saúde dos colaboradores esteja em primeiro lugar.

Muitos sintomas de mal-estar aparecem por conta do trabalho, e o empreendedor precisa estar atento à saúde dos colaboradores.

Algumas das queixas mais comuns entre profissionais, são:

  • Dores nas costas nas pernas e nas mãos;
  • Alterações na visão;
  • Prejuízo à audição;
  • Episódios mais frequentes de dor de cabeça;
  • Azia, sensação de ardência e queimação do estômago;
  • Insônia;
  • Fadiga física e mental;
  • Depressão. 

Você já parou pra pensar quantas enfermidades ou incômodos pode um trabalhador ter por causa de sua profissão ou da função que exerce?

Apesar de haver profissões mais arriscadas que outras, os quadros de prejuízo à saúde não são exclusividade de nenhuma delas.

Tampouco de determinadas empresas ou setores da economia, que aflições atinjam seus profissionais.

Não importa se é uma incômoda dor de cabeça que insiste em não passar, ou se se trata de quadros graves de depressão.

Todo tipo de mal-estar – quer físico, mental ou emocional – deve ser levado em consideração, tanto pela empresa quanto pelo profissional.

A saúde dos colaboradores é investimento para a empresa

É um enorme equívoco alguém imaginar que a preocupação com a saúde dos colaboradores não trará resultado.

Definitivamente, esse não é o pensamento de um líder capacitado para estar à frente de uma companhia.

Direcionar parte dos recursos financeiros da empresa para esse fim é demonstrar respeito pela vida de todas as pessoas.

A saúde dos colaboradores em dia é investimento, e a empresa pode perceber os resultados no dia-a-dia.

Eles se expressam de, pelo menos, duas maneiras: 

  • A primeira, no comprometimento e engajamento dos funcionários, que se sentem mais valorizados pela empresa, e parte fundamental do time, o que, de fato, são;
  • A segunda percepção que a liderança pode ter é que o investimento na saúde dos colaboradores pode gerar lucros para a empresa.

Estudos indicam que investir na prevenção da saúde e no bem-estar dos trabalhadores reduz a quantidade de pessoas afetadas por doenças ocupacionais.

Shaun Subel, diretor de estratégia da VitalityHealth, empresa britânica de seguros, afirma que há uma redução dos custos com sinistralidade e faltas ao serviço por motivos de saúde.

A saúde dos colaboradores no Home Office

Apenas respeitar as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para colocar o trabalhador em regime de home office não garante a saúde dele.

Para que o investimento no ser humano seja completo, a empresa precisa garantir que ele tenha um ambiente saudável para trabalhar de casa.

Um exemplo é garantir que o colaborador tenha mobiliário próprio para executar suas tarefas sem dores ou qualquer tipo de incômodo.

A empresa pode emprestar equipamentos de escritório, como computadores, mesas e cadeiras.

Desta forma, o trabalho será executado com mais segurança, e o profissional não precisa abrir mão de sua saúde física.  

A realização de campanhas, orientações médicas via telemedicina, terapias online e rodas de conversa também são bem-vindas.

Todas as outras ações que a empresa puder investir também são recomendações que podem contribuir com a saúde dos colaboradores.

Como resultado, a empresa contribui para diminuir o estresse, evitar o burnout e outras complicações mais graves, como o suicídio.

Se pretende ter o engajamento e a confiança de quem trabalha com você, é importante pensar em como anda a saúde dos colaboradores da sua empresa.

Investir na segurança e no bem-estar dos seus profissionais faz de você um líder responsável e confiável.
Lembre-se, nada é mais importante para o seu negócio do que a saúde dos colaboradores e o seu bem-estar.

Publicado por Ibraim Gustavo

Ibraim Gustavo: Jornalista, pós-graduado em Marketing e MBA em Comunicação e Mídia. Possui formação em Profissões do Futuro (O Futuro das Coisas) e no Programa de Capacitação da Nova Economia (Startse). Empreendedor, sócio-fundador e COO da Freestory.

4 comentários em “A saúde dos colaboradores está em primeiro lugar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: