Hiperconectividade: O ser humano está conectado o tempo todo

Hiperconectividade O ser humano está conectado o tempo todo

O ser humano vive uma hiperconectividade, e isso pode ser tanto benéfico quanto prejudicial.

Seja trabalhando, estudando, divertindo-se ou matando a saudade, o ser humano vive, diariamente, em estado de hiperconectividade.

Os prós e os contras da hiperconectividade

Você já percebeu que parece que estamos sempre em constante conexão, sempre em rede e conectado o tempo todo? 

Se estamos sozinhos, queremos nos conectar, e mandamos uma mensagem para alguém que não está conosco. 

E, no momento em que encontramos essa pessoa, logo sacamos o celular do bolso para enviar uma nova mensagem, a outra pessoa que não está presente.

Esse estado de hiperconectividade nos proporcionou inúmeros benefícios, como soluções em saúde, transporte e educação.

São muitas as conquistas que nos alcançaram por estarmos conectados a todo instante, como:

  • Interatividade com pessoas queridas que vivem distantes;
  • Possibilidade de solicitar transporte por aplicativo a qualquer momento;
  • Participar de uma reunião de negócios de onde estiver.

Além destas, cada um de nós muito provavelmente já tivemos nossas próprias experiências com a hiperconectividade.

Entretanto, existem perigos latentes com a exposição à hiperconectividade, como ansiedade, fobias e FOMO.

A responsabilidade e a temperança são fundamentais para quem usa a internet, seja por qualquer motivo.

A hiperconectividade no empreendedorismo

O empresário que trabalha com marketing digital e com comunicação na internet pode usufruir da hiperconectividade.

Especialmente em mídias digitais, o empreendedor pode extrair bons resultados se observar a frequência do seu público-alvo na internet.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil possui atualmente 143,5 milhões de usuários de internet.

O número representa 78,3% da população com 10 anos de idade ou mais. Ou seja, 3 em cada 4 brasileiros têm acesso à rede.

O número de pessoas conectadas à internet no Brasil cresceu em média 3,3% ao ano na última década. 

Em 2010, 41% da população brasileira estava na internet e, hoje, 82,7% dos domicílios brasileiros possuem acesso à internet. 

Essas informações são fundamentais para que o empreendedor saiba exatamente como e quando atuar.

O empreendedor deve levar em consideração que a maioria dos brasileiros está conectado à internet.

Além disso, vale destacar que o Brasil é o segundo país do mundo em hiperconectividade, ficando atrás apenas das Filipinas.

Sendo assim, o empreendedor, de qualquer área de atuação, pode utilizar ferramentas e estratégias para se valer disso.

O bom senso e o respeito devem pautar todas as ações do empreendedor, respeitando o cliente e priorizando a ética.

Apesar de a hiperconectividade ser real e poder ser explorada pelas empresas, marcas não apelativas são sempre muito bem lembradas pelo público.

Publicado por Ibraim Gustavo

Ibraim Gustavo: Jornalista, pós-graduado em Marketing e MBA em Comunicação e Mídia. Possui formação em Profissões do Futuro (O Futuro das Coisas) e no Programa de Capacitação da Nova Economia (Startse). Empreendedor, sócio-fundador e COO da Freestory.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: