As gerações Y e Z querem tudo pra ontem.

As gerações Y e Z querem tudo pra ontem.

Quem nunca ouviu dizer que as gerações Y e Z querem tudo pra ontem? 

O tempo nunca teve tanto valor como agora, e os pertencentes das gerações Y e Z desejam tudo pra ontem.

Tudo pra ontem pra não perder tempo

De acordo com os adeptos do tudo pra ontem, você não pode perder tempo, jamais. 

Para essas pessoas, se você ficar parado no tempo, vai perder oportunidades na vida, e ficar para trás. 

Sendo assim, quem deseja fazer negócio com esse público, majoritariamente formado por jovens adultos, precisa ficar atento.

Comercializar com as gerações Y e Z requer habilidades muito específicas.

Se quiser vender alguma coisa a essas pessoas, é necessário saber onde elas estão e conectar-se com elas. 

Se você tem a intenção de vender para quem está na faixa dos 30 anos de idade, existem alguns pré-requisitos:

  • Localização (geográfica e virtual)
  • Postura e tom de voz
  • Conexão, compartilhamento e interatividade
  • Conteúdo
  • Otimização do tempo

Esteja onde esse público está, fale como ele, e compartilhe das mesmas ideias e intenções.

Você ainda deve saber que, antes de tirar alguma coisa dele, você precisa entregar algo, como um conteúdo, ou uma informação.

E, claro, não perca tempo.

Características desse público

É importante que o empreendedor observe algumas das principais características desse segmento.

Essas pessoas movimentam uma parcela interessante da economia, especialmente no mundo virtual. 

Entre essas características, podemos citar que essas pessoas são: 

  • Dinâmicas
  • Exigentes
  • Sabem o que querem
  • E querem tudo imediatamente

Afinal de contas, as gerações Y e Z, apesar de também terem as suas diferenças, querem tudo pra ontem. 

Esses jovens têm a necessidade de saciar suas vontades quase que instantaneamente

E isso ocorre justamente por terem nascido ou crescido num mundo mais conectado, globalizado e acelerado.

Os Millennials, principalmente, não fazem ideia do que é realizar uma pesquisa num livro numa biblioteca. 

Eles têm o Google, que entrega as respostas mais atualizadas em questão de segundos.

O assunto da instantaneidade é levado tão a sério por essa parcela da população, que eles podem sofrer psicologicamente.

Transtornos psicológicos podem fazer parte do dia-a-dia da geração do tudo pra ontem, como a FOMO (Fear Of Missing Out).

A síndrome surge pela sensação de estar desconectado, e é uma espécie de medo de perder alguma coisa.

É uma geração de pessoas que acredita que precisa estar conectada 24 horas por dia, do contrário, deixa de saber algo e se atualizar.

Se um youtuber maneiro disser que uma série na Netflix é legal, vale a pena dar um Google pra saber exatamente do que se trata.

Para eles, é importante estar por dentro dos assuntos mais comentados no Twitter, os trending topics (TT).

Ou seja, sabendo disso, se você deseja oferecer alguma coisa para esse público, não deixe de ser visto por ele.

E mais que isso, não deixe de falar diretamente com ele, entregando a ele antes de pedir, quer informações, quer dicas ou sugestões.

E seja rápido. Não perca tempo, porque se você perder, o seu concorrente não vai. 

Ao contrário, ele já está lá, dizendo o tempo todo o porquê o produto dele deve ser o escolhido. 

As gerações que querem tudo pra ontem não esperam. Então, vá correndo ao seu encontro, para não precisar correr atrás dela depois.

Publicado por Ibraim Gustavo

Ibraim Gustavo: Jornalista, pós-graduado em Marketing e MBA em Comunicação e Mídia. Possui formação em Profissões do Futuro (O Futuro das Coisas) e no Programa de Capacitação da Nova Economia (Startse). Empreendedor, sócio-fundador e COO da Freestory.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: