Viveremos um natal atípico e que nos obrigará a reflexão

Viveremos um natal atípico e que nos obrigará a reflexão

2020 foi um ano muito difícil para todos nós, ao redor do mundo. Não é necessário lembrar o que cada um de nós viveu, até porque ainda estamos passando pela maior crise que a humanidade presenciou nos últimos cem anos. Mas natal é um momento de refletir em como podemos trabalhar para sermos melhores no próximo ano.

Precisamos ser melhores empreendedores, melhores profissionais, melhores líderes, melhores colaboradores, melhores inovacionistas, melhores futuristas. Mas acima de tudo, melhores humanos, pais, filhos, cônjuges, cidadãos.

A tarefa mais urgente deste natal é, então, olhar para os erros e para os acertos de 2020, e tentar mudar o que for necessário e dar ainda mais visibilidade e força para o que foi exemplar. 

O que o natal pode reservar para nós

Se no natal de todos os anos refletimos sobre nossas atitudes para com os outros, a partir de agora podemos também pensar em como devemos cuidar do planeta, da vida, e da economia, para que ela permaneça pujante, ativa e inclusiva.

A saúde econômica de um negócio, de um município, ou de uma nação, depende também das oportunidades que damos àqueles que geralmente não as têm.

A justiça social precisa ser incentivada. Só assim poderemos extrair das pessoas os melhores profissionais, os mais competentes colaboradores, e os mais inovadores empreendedores. 

Natal é tempo de promoção

Sim! O natal nos permite promover a inclusão, a cidadania, o  respeito. E pensando no empreendedorismo, o natal é uma data marcante para a promoção de tudo aquilo que faz bem e dignifica o homem.

Inclusão social, quando oferecemos ao mercado um produto ou serviço que seja capaz de alcançar os mais diversos públicos, sem distinção de etnia, gênero, cor. 

Promovemos cidadania quando nossas empresas oferecem além do que produtos e serviços, antes, preocupam-se com o crescimento dos colaboradores, dando oportunidades de estudo e treinamentos. 

Atitude cidadã é pensar no benefício e na satisfação de todos os stakeholders, e não apenas dos sócios, proprietários e acionistas.

E o natal ainda nos faz refletir quanto ao respeito que devemos dispensar a todas as pessoas que nos cercam. E, como empreendedores, devemos respeitar o público, os clientes, os concorrentes e o meio ambiente.

O natal pode nos ajudar a refletir sobre nossa atuação profissional no mundo e na sociedade. Uma incursão para nós mesmos pode nos mostrar qual o nosso real papel na vida das pessoas, e quais os problemas que nos propomos a resolver.

O que esperar de um natal atípico?

Depois de uma temporada dura e complexa como a que vivemos desde o início da quarentena, devemos nos solidarizar com todos os enlutados, e também com aqueles que perderam seus empregos, ou viram seus negócios ruírem, e os sonhos fenecerem.

Para esse natal, e para os próximos também, esperamos mais que boas vendas para o comércio, lucratividade e geração de empregos. Esperamos mentes mais abertas a entender e receber o novo.

E que a inovação seja para nós uma bússola que nos incentive a empreender e tomar as melhores decisões em tempos de complexidade; um GPS que nos leve ao futuro, resguardados e saudáveis.

Feliz natal a todos!

Publicado por Ibraim Gustavo

Ibraim Gustavo: Jornalista, pós-graduado em Marketing e MBA em Comunicação e Mídia. Possui formação em Profissões do Futuro (O Futuro das Coisas) e no Programa de Capacitação da Nova Economia (Startse). Empreendedor, sócio-fundador e COO da Freestory.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: