Profissões do futuro: Parte 01

Profissões do futuro Parte 01

A pandemia de Coronavírus fez o mundo avançar pelo menos uma década. Varejistas brasileiros dizem que todas as mudanças previstas para acontecerem dentro de 15 anos, agora vão ocorrer dentro dos próximos 12 meses.

Portanto, em um ano, veremos muitas coisas mudarem radicalmente ao nosso redor, uma sociedade nova vai nascer, e as profissões do futuro finalmente vão aparecer.

A quarentena foi recomendada em diversos locais do planeta. Alguns países, inclusive, chegaram a aplicar multas a cidadãos que desrespeitaram a solicitação, que acabou virando regra em várias cidades que implementaram o chamado lockdown.

2020 e as profissões do futuro

Com as pessoas em casa, e impossibilitadas de sair para passear, se divertir e, principalmente, trabalhar, que mundo podemos projetar a partir de 2020? Vamos exercitar um pouco o nosso poder de previsão, e pensar quais são as profissões do futuro, cada dia mais próximo?

Ah! E se você acha que tudo o que vamos falar aqui é roteiro de filme de ficção, não é, não! Tudo isso já vem acontecendo em algum lugar do mundo, e já deixaram de ser profissões do futuro, mas são realidade para muita gente. Ainda não faz parte do nosso cotidiano também, porque faltam recursos que podem tornar tudo mais barato e acessível ao consumidor final.

01) Serviços de streaming: Imagina quantas pessoas vão aproveitar os 30 dias grátis de Netflix, Amazon e Disney+, e depois de encantadas, vão permanecer conectados. Um exemplo recente disso, é que a empresa do bilionário Jeff Bezos, aumentou o prazo de experimentação do Amazon Music de 30 para 90 dias.

Além da gigante norte-americana, o Rappi, serviço de delivery da Colômbia, com atuação em diversos países da América Latina, inclusive o Brasil, anunciou a criação de um Super App, que possibilita ao usuário ouvir músicas, jogar e participar de lives, por meio dos três novos botões, já disponíveis no aplicativo: Rappi Games, Rappi Live Events e Rappi Music;

02) Telemedicina: A resolução 2.227/18 foi revogada pelo CFM, o Conselho Federal de Medicina, no ano passado. Assim, o Brasil fica atrás no que há de mais moderno e humano no mundo, hoje.

Assistência médica à distância já é uma realidade em várias países da Europa, com projetos e experimentações sendo feitas desde a década de 1990 e, nesse caso, exclui medicina remota do rol das profissões do futuro, pelo menos por lá.

Esse tipo de atendimento contribui muito na qualidade de vida das pessoas, e esse fator foi comprovado agora, nesse momento de quarentena, em que as pessoas podem usar o telefone ou as tecnologias disponíveis para se consultarem com um profissional.

No próximo post, daremos sequência à lista de profissões do futuro, que podem mudar a vida tanto do trabalhador, quanto de quem usufrui dos novos serviços.

Publicado por Ibraim Gustavo

Ibraim Gustavo: Jornalista, pós-graduado em Marketing e MBA em Comunicação e Mídia. Possui formação em Profissões do Futuro (O Futuro das Coisas) e no Programa de Capacitação da Nova Economia (Startse). Empreendedor, sócio-fundador e COO da Freestory.

4 comentários em “Profissões do futuro: Parte 01

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: