Trabalho informal avança

Trabalho informal avança

Todo brasileiro, homem ou mulher, sabe que o sustento de sua família depende do salário que ganha. Esse, por sua vez, depende se o trabalhador possui um rendimento fixo ou não. Hoje, o trabalho informal avança no Brasil, e milhões de pessoas não sabem quanto vão ganhar ao final do dia, quanto menos da semana ou do mês. 

Isso impede as pessoas de comprarem em parcelas, ou de contraírem dívidas para fazerem investimentos. Isso, por consequência, atrapalha a circulação de dinheiro no mercado brasileiro, especialmente nos setores do varejo e de serviços, que deixam de lucrar e também de gerar novos empregos.

O trabalho informal avança no país, e segundo o IBGE, alcançou a marca de 41,1% da população ocupada, ou seja, 38,4 milhões pessoas em meados de 2019. Esses números não são benéficos, já que, além de tudo o que já citamos, impede o trabalhador de garantir o seu sustento no futuro, porque sem carteira assinada e vínculos empregatícios, ele fica desamparado pelo INSS e não tem direito à aposentadoria.

Atualmente, em 11 dos 26 estados da federação, o trabalho informal é a principal ocupação de mais de 50% dos trabalhadores, e segundo a analista da Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), Adriana Beringuy, em praticamente todo o país, que vem sofrendo com alta taxa de desemprego, “quem tem sustentado o crescimento da ocupação é a informalidade“.

Além do trabalho informal, desemprego também cresce

Se aos dados do trabalho informal acrescentarmos os números de desempregados no país, temos uma realidade dura a enfrentar, e que só podem ser amenizadas ou revertidas com ações conjuntas, entre trabalhadores, empresários e empreendedores do setor privado, e políticas públicas de Estado que fortaleçam a economia.

Nossa proposta é não mais prolongar essa situação, e numa força-tarefa conjunta, pensarmos estratégias e buscar a criação de oportunidades para transformarmos juntos essa situação, e construir uma nova realidade para cada um de nós, por um país melhor, mais justo e com mais oportunidades para cada brasileiro.

Por essa razão, este espaço virtual foi criado. É um ambiente totalmente dedicado ao fomento do empreendedorismo, não como mero discurso, mas sim como atitudes transformadoras para o trabalhador brasileiro. Um local que abriga conhecimento e que estimula a criatividade, o debate de ideias e a troca de experiências.

Publicado por Ibraim Gustavo

Ibraim Gustavo: Jornalista, pós-graduado em Marketing e MBA em Comunicação e Mídia. Possui formação em Profissões do Futuro (O Futuro das Coisas) e no Programa de Capacitação da Nova Economia (Startse). Empreendedor, sócio-fundador e COO da Freestory.

4 comentários em “Trabalho informal avança

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: